O que é Pinterest?

O Pinterest é uma rede social de imagens, assim como o Instagram, criada por Ben Silbermann, Paul Sciarra e Evan Sharp em 2009

A diferença é que, ao invés de fotos pessoais que mostram o estilo de vida de uma pessoa, o Pinterest funciona mais como um painel de ideias e inspirações (lembra daquele painel de cortiça que você sempre viu nos filmes de investigação?), onde o que faz sucesso de verdade não são fotos de uma pessoa específica e sim de coisas que interessam para um grupo (aliás, o Pinterest funciona assim: por categorias, ou seja, grupos).

Você pode acompanhar diversos tipos de assuntos e ter os seus próprios painéis e pastas, com temas super diversos, desde alimentação a automóveis, de roupas e acessórios a animais, de artesanatos a aeromodelismo… enfim… todo tipo de assunto tem seu espaço garantido no Pinterest, mas certamente, no assunto moda e decoração, o Pinterest se destaca pra valer.

Arquitetos, designers de interiores, designers de joias, organizadores de festas e eventos, blogueiras, influencers, make-up artists e estilistas, provavelmente nem sem lembram mais do que é uma vida sem a inspiração advinda dos painéis e imagens do Pinterest.

Perfeito para mostrar para o mundo o que você gosta e mais perfeito ainda para trabalhar com a divulgação de coisas que você vende, já que os álbuns e montagens expostas nessa mega rede social recebem um número imenso de visualizações (o Pinterest possui mais de 175 milhões de usuários).

Mais Tempo em Alta

Além do grande número de usuários e enormes possibilidades de demonstrar ideias e produtos, o Pinterest também oferece um tempo maior de vida útil de cada publicação.

Bruna Bozano, CEO da Joias Boz, fala um pouco sobre como a rede social ajuda nos negócios da joalheria: “Fazer uma boa foto ou uma boa montagem de look demanda muito mais trabalho do que a maioria das pessoas pensa.

Fotografar um mix de pulseiras femininas e um simples colar delicado pode exigir horas de trabalho de um fotógrafo e de uma modelo. Além disso, na maioria das vezes, é preciso ter muitas fotos do mesmo acessório para poder fazer a divulgação.

No Facebook e no Instagram, a única forma de gerar um alcance relevante para essas joias é impulsionar os posts através de anúncios, o que torna tudo muito caro e só há duas formas de fazer com que isso valha a pena: trabalhar com um estoque enorme das mesmas joias (ou seja, as pulseiras e outras joias fotografadas jamais terão um perfil exclusivo), ou colocar uma margem de lucro enorme em cada anel, pulseira, colar e brinco, para que as vendas de poucas unidades compensem todo o investimento em marketing.

Usar o Pinterest faz todo sentido para tornar esse investimento mais democrático e fazer com que a conta feche. As publicações ficam de 3 a 4 meses recebendo visualizações e tendo bastante repercussão. É uma mídia pouco explorada ainda, considerando todo o potencial que tem”.

Como usar o Pinterest?

A dinâmica da criação de conta no Pinterest é a mesma de todas as redes sociais. Você pode iniciar com uma conta vinculada ao Facebook ou criar uma conta a partir do seu e-mail.

Para começar, deve marcar as categorias que mais te interessam e assim o Pinterest vai conseguir te mostrar os assuntos que mais te interessam.

Se você mudar de ideia ao longo do tempo, não se preocupe. Deixar de seguir uma categoria é tão simples no Pinterest quanto dar Unfollow no Instagram.

Crie suas “Boards” (ou Painéis)

Para criar suas próprias “boards”, clique na sua foto de perfil no Pinterest e clique na seção “pastas”.

Clique no “+” e coloque o nome que você quiser. Joias, Looks, Alimentos, Decorações, Makes…

Depois que o painel estiver criado, é só ir adicionando seus “Pins” (imagens que você gosta).

Lembrando que, além de adicionar fotos que você gosta, também é possível criar um pin na página do seu perfil no Pinterest ou dentro de um board.

É possível carregar uma foto do celular ou do computador e também dá pra “pinar” o conteúdo de algum site externo. 

Se você estiver usando o Pinterest para fazer marketing, como é o caso da Joias Boz, a dica é caprichar na descrição: “Claro que uma foto de joia chama mais atenção do que um texto sobre um par de brincos ou um escapulário, mas depois que a pessoa se interessa por uma joia ou por um look, é natural que ela queira saber de onde é a produção ou como fazer para comprar. É aí que entra uma boa descrição, com informações que possam levar as pessoas para o site, caso queiram fazer a compra ou até mesmo, indicar para alguém” – diz Bruna Bozano.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o Pinterest, dê um pulinho lá na rede social e aprenda um pouco mais sobre o assunto na prática. Pode ser que seja uma ferramenta interessante para sua vida pessoal ou profissional.